fbpx

Diluição do Estrianon para Lábios

Diogo, qual é a diluição do Estrianon para lábios?

Esta é mais uma da série perguntas frequentes e vou respondê-la para complementar as publicações onde falo sobre Estrianon e código de barras labial.

Como já sabemos o Estrianon é um material de condicionamento tecidual, ou seja, que devolve hidratação a pele. Principalmente para aquelas que já sofreram com a ação do tempo, perderam volume e precisam de recondicionamento.

Porém não se trata de um produto de alta vida útil, para modelagem de linhas precisas e bem marcadas. Por isso não deve ser considerado para fins de preenchimento como os géis volumizadores.

E como o nosso foco hoje é nos lábios, vejamos a seguir como o Estrianon pode ser usado tanto em lábio jovial, quanto em lábio senil.

Diluição para Lábio Senil

É fato que o lábio senil apresenta marcas do tempo, perda de hidratação, morte celular e quebra da derme que geram a formação de vincos estáticos.

Estes vincos são profundos, hipercromatizados e popularmente conhecidos como código de barras.

Pele desidrata busca água em seu entorno, certo? Então, se o seu paciente apresenta lábio senil e deseja fazer preenchimento, antes é preciso tratar os código de barras. Dar uma carga maior de hidratação ao lábio.

Isso para que a pele desidratada não roube água do gel preenchedor e cause a diminuição precoce da sua vida útil.

Eu falo sobre isso com mais detalhes na publicação “Como tratar Código de Barras Labial”. Leia e saiba mais.

O Estrianon possui 30mg de concentração, é um produto denso e com alto poder de absorção de água. O que faz dele tão potente para fins de hidratação da pele.

Porém, o potencial de crosslink é baixo e por isso a vida útil do produto é pobre. Portanto oriente muito bem o seu paciente, explique que antes de preencher o lábio, é preciso tratá-lo e o volume causado pela hidratação não substitui a necessidade do gel preenchedor.

Para lábio senil, a diluição deve ser de 1ml de Estrianon puro para 1ml de lidocaína com vasoconstritor, que gera menos edema.

Não faça a diluição com lidocaína sem vaso para evitar manchar a pele do paciente. O uso de soro fisiológico estéril na diluição também não é recomendado, pois causa dor durante a aplicação e gera mais edema.

Após diluído, passe o produto para a seringa de cristal e com a agulha 30G faça a retroinjeção.

Trabalhe nos código de barras, contorno do filtro, do lábio, arco do cupido, vermelhão. Faça as aplicações com calma e explique cada passo ao paciente.

Diluição para Lábio Jovial

No caso de um lábio jovem nem sempre será necessária a aplicação do Estrianon para reposição de água da região.

Pois se pararmos para pensar, trata-se de um indivíduo com expectativa alta sobre o preenchimento labial e você quer suprir isso.

Mas aí analisa que vai usar um gel caro e fica na dúvida se vai valer a pena tratar o lábio antes, se vai durar.

Afinal, pacientes jovens ainda tem capacidade de proliferação celular bastante ativa e raramente apresentam problemas que interfiram no preenchimento.

Por via das dúvidas, aumente a hidratação desse lábio. Afinal, como já dissemos, pele hidratada não busca água das adjacências.

Se a hidratação prévia for feita, com certeza a vida útil do gel de preenchimento será muito maior.

A diluição recomendada para lábios jovens é de 1ml do Estrianon puro para 0,5ml de lidocaína com vasoconstritor.

As recomendações anteriores sobre não usar lidocaína sem vasoconstritor ou soro fisiológico estéril, estão mantidas.

A retroinjeção deve ser feita com a seringa de cristal e agulha 27G.

Trabalhe com parcimônia, retroinjete cerca de 0,1ml do produto por segmento, pois a aplicação vai gerar grande expansão.

Após 30 dias do tratamento com Estrianon, o paciente pode retornar ao consultório e receber o preenchimento labial com o produto mais indicado ao seu caso.

Mas se julgar que o lábio do seu paciente jovem está bacana e não quer usar Estrianon, siga direto para o preenchimento da região.

ATENÇÃO: Estamos falando de lábios e para preenchimento nesta área é necessário anestesia (infraorbitário e mentoniano).

Somente o anestésico tópico não é suficiente. Então, se não souber como anestesiar não faça o procedimento.

E se desejar, pode medicar o paciente com Prednisona 20mg uma hora antes do início das aplicações.

Para saber mais leia a publicação sobre o Estrianon na Harmonização Facial.

Quer aprender mais sobre isso?

Para dominar as técnicas de preenchimento facial e entender quais tratamentos complementares podem ser feitos antes, ou depois dele, conheça o Curso Online de Preenchimento Facial do Portal Diogo Melo.

São 5 módulos didáticos de conteúdo teórico científico que abordam volumetria, bioplastia, MD Codes e muito mais. Além disso, você pode contar com artigos científicos para impressão e estudo.

São mais de 60 horas de curso e o acesso à plataforma de ensino é ilimitado por um ano. Isso significa que você faz o seu tempo, estuda onde for mais conveniente e otimiza o dia a dia.

Torne-se meu aluno e receba suporte durante todo o curso, onde eu e a minha equipe técnica iremos ajudar em todas as suas dúvidas, para que tenha um ótimo aproveitamento do conteúdo.

Segurança se conquista através do conhecimento e nisso eu posso te ajudar!

TORNE-SE ALUNO DO PORTAL DIOGO MELO

Um grande abraço e até a próxima,
Professor Diogo Melo.

Deixe seu comentário

Cadastre e junte-se aos mais 14,076 Profissionais da Saúde que estão melhorando seus Resultados Clínicos!