fbpx

Intercorrências na utilização de Fios de PDO

Os Fios de PDO são utilizados na Harmonização Orofacial para procedimentos de dermo sustentação, o famoso lifting facial sem cortes.

É possível que problemas aconteçam devido a sua má utilização ou falta de domínio sobre as técnicas de aplicação.

No final desta publicação eu falo sobre as Intercorrências na utilização de Fios de PDO, mas antes vamos conhecer um pouco mais sobre este material.

O que são Fios de PDO?

Os Fios de PDO são fabricados à partir da Polidioxanona, um polímero sintético biodegradável absorvível pelo organismo humano.

Este tipo de fio é velho conhecido dos cirurgiões que os utilizam como fios de sutura para fechar cortes.

A preferência por ele se dá por conta da sua força de tração, que é alta e o torna mais resistente, se comparado a outros polímeros absorvíveis.

Na área da Harmonização Facial os Fios de PDO apresentam composições diferente da sua versão para suturas.

Trata-se de filamentos que podem ser espiculados, lisos ou espiralados, para aplicação sob a pele da face e/ou pescoço.

Cada um com uma função, tempo de absorção, ação e potencial de sustentação diferentes.

Qual é a vantagem em utilizá-los?

A principal vantagem da aplicação e tratamento com Fios de PDO é:

Produção do lifting facial sem necessidade de cirurgia.

A aplicação subcutânea é minimamente evasiva e por isso é considerada uma alternativa à cirurgia plástica de lifting facial.

O procedimento é feito em ambiente estéril e adequado, sem a necessidade de cortes ou sedação.

Os fios são introduzidos na face, logo abaixo da pele, com a ajuda de agulhas finas e por isso apenas a analgesia local é necessária.

Para evitar a dor e diminuir o desconforto, a analgesia é feita somente nos pontos de entrada e saída por onde as agulhas irão passar.

Indivíduos que apresentam flacidez decorrente dos estados iniciais de envelhecimento da pele, são excelentes candidatos a este procedimento.

Porém, em casos onde observa-se flacidez avançada e excesso de tecido a aplicação dos fios é praticamente inútil.

Então de nada adianta insistir e tentar entregar resultados satisfatórios em “terrenos” nada favoráveis.

Por isso é importante (como sempre) avaliar o grau de envelhecimento da pele para definir se o tratamento realmente é indicado.

Benefícios e Indicações de Uso

Reposicionar os tecidos do rosto e pescoço firma a pele, melhora o contorno facial, o deixa mais definido de forma atenuada e natural.

Além do efeito lifting o maior benefício dos Fios de PDO é o estímulo de produção de colágeno.

Por conta do processo cicatricial pós aplicação, o organismo entende que precisa de recursos para regeneração, por isso passa a produzir fibroblastos, induzir elastina e colágeno.

Os fios serão absorvidos pelo organismo em cerca de 6 a 8 meses após aplicação.

Porém a fibrose gerada em torno deles promove a síntese de proteínas, que pode manter resultados por no mínimo 12 meses.

Este é mais um exemplo fantástico de como um procedimento para fins estéticos pode incentivar o corpo a trabalhar.

Casos onde Fios de PDO são indicados:

  • Flacidez da Face.
  • Flacidez do Pescoço.
  • Contorno Mandibular.
  • Queda das Sobrancelhas.
  • Sustentação das Bochechas.
  • Rugas Periorais e Periorbitárias.
  • Sulco Nasogeniano (Bigode Chinês).

Em grande maioria dos tratamentos o resultado é imediato.

Mas quando a pele apresenta maior acúmulo de elevação, pode levar cerca de 15 dias para adaptação dos tecidos.

As aplicações demoram entre 30 a 40 minutos (dependendo da quantidade de fios) e os cuidados pós procedimento são simples.

O local da aplicação poderá apresentar pequeno inchaço, edema, hematoma ou vermelhidão na pele.

Recomenda-se que durante 7 dias sejam tomados os seguintes cuidados:

  • Não fumar.
  • Não massagear a face.
  • Evitar mímica facial excessiva.
  • Não fazer tratamentos dentários.
  • Não praticar esportes de contato.
  • Não deitar sobre a região dos fios.

Além disso tudo é preciso zelar pela higiene para evitar o risco de infecção local.

Contra indicações

É fato que os Fios de PDO não apresentam o mesmo risco do Fio Russo e do Fio de Ouro, por exemplo, que podem migrar sob a pele causando sérias complicações.

Mas apesar do baixo risco de intercorrências relacionadas a este procedimento, ainda assim é preciso ter cautela.

Pois detalhes como o eixo de entrada da agulha, aprofundamento do fio além do limite, aplicação superficial, geram complicações.

Falarei mais possíveis Intercorrências no vídeo que encerra esta publicação.

E sobre as contra indicações, Diogo?

Fios de PDO são contra indicados em casos de:

Cancêr, Infecções de pele, Gravidez e Lactação, Uso de anticoagulantes, Alergia a componentes do fio, Diabetes e Hipertensão descontrolados.

Sobre qual tipo de pele pode receber os fios não há restrições, pois são indicados para todos.

Em resumo e para fechar o nosso papo, entendemos que os Fios de PDO são uma excelente alternativa para rejuvenescimento e melhora do contorno facial.

Além disso, o efeito da polidioxanona faz com que haja síntese de ácido hialurônico natural, a pele se torna mais firme, elástica e hidratada.

Um processo a longo prazo que faz com os fios trabalhem pelo organismo, que em resposta passa a gerar novamente tudo o que a pele precisa, naturalmente.

Da mesma forma que beneficiam a síntese de elastina e colágeno, os fios limitam a força dos músculos faciais.

E por isso o efeito deles é comparado ao da Toxina Botulínica, com a diferença de que ela fixa os músculos e a polidioxanona apenas os enfraquece.

Fantástico não é mesmo? Mais uma das maravilhas da Harmonização Orofacial a disposição de profissionais e seus clientes.

Saiba mais sobre Fios de Polidioxanona Sistema MIRACU PDO clicando AQUI.

Sobre Intercorrências na Harmonização Orofacial conheça o Curso Online de Imersão e conquiste maior segurança no dia a dia clínico.

Deixe seu comentário

Cadastre e junte-se aos mais 14,076 Profissionais da Saúde que estão melhorando seus Resultados Clínicos!